DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

terça-feira, 11 de julho de 2017

MÉDICA FALA PELA 1ª VEZ SOBRE VÍDEO GRAVADO POR MÃE NO HOSPITAL DA CHESF

Dra. Raquel Bathomarco – (Foto: Luan Galindo – PA4.COM.BR)

NOTA DE ESCLARECIMENTO À IMPRENSA E À SOCIEDADE

Em atenção à imprensa e à sociedade pauloafonsina, em virtude à veiculação do vídeo gravado pela Sra. Claudeane Paz Ramos que circula em redes sociais e em aplicativos de mensagens, onde se atribuiu a ausência de atendimento médico ao filho menor da referida senhora no dia 06.07.2017 a Dra.Raquel Bathomarco Rocha CRM/BA24.451, médica, que jamais respondeu a qualquer procedimento ético profissional junto ao CRM/BA, ou em qualquer outro Estado da Federação, vem esclarecer que:

·         No dia 06.07.2017, por volta 17:30 ingressou no Pronto Atendimento do Hospital Nair Alves de Souza o filho da referida senhora, se fazendo acompanhar desta.

·         Diferentemente do que fora divulgado, não houve qualquer negativa no atendimento no menor, a criança foi atendida, pesada e entrevistada sobre a sua condição de saúde;

·      O menor foi atendido, porém não aparentava qualquer sinal de que fizesse tratar de situação emergencial, aparentava lucidez, sinais vitais ativos, altura e peso normais e compatíveis para a idade e interagindo com as perguntas médicas de práxis;

· Ocorre que, conforme determina protocolo médico, foi perguntado à mãe qual seria a emergência que estaria acometida o menor; e foi respondido pela mãe que nenhuma, e que pelo fato da criança ser cardiopata, deveria ser realizado exame coagulograma com a finalidade de aferir as taxas de coagulação;

·         Assim, foi explicado à senhora que por se tratar de exame de rotina, já que a criança não estaria em situação emergencial, o aludido exame poderia ser realizado em horário administrativo no laboratório do HNAS, conforme protocolo da unidade; o que, em face da negativa de realização do exame naquela oportunidade, gerou insatisfação por parte da mãe;

·  Assim o vídeo realizado pela Senhora, se deu com a finalidade criar uma situação embaraçosa para a médica, como também para todos que ali estavam, não só desacatando os funcionários públicos que estavam desempenhando suas atividades, como também atingindo diretamente a imagem da médica e da instituição hospitalar;

·         Ademais, não houve qualquer agressão contra essa senhora, apesar do seu descontrole emocional, foi retirada do recinto sem que houvesse qualquer contato físico com esta;

· Friso que todas as medidas judiciais já estão sendo tomadas, por intermédio de meu advogado Dr. Rodrigo Coppieters, no sentido de atribuir responsabilidade cível e criminal dos responsáveis pela transmissão dos vídeos e da divulgação de inverdades relativa a conduta médica da subscritora.

Assim, em respeito aos veículos de comunicação que enfocam na ética na divulgação de suas notícias e em atenção ao povo de Paulo Afonso e região, emito a presente nota com a nítida intensão de esclarecer os fatos.

Atenciosamente,


Paulo Afonso, 10 de Julho de 2017.

Dra.Raquel Bathomarco Rocha
CRM/BA 24.451


Abaixo, o vídeo gravado pela mãe da criança no Hospital Nair Alves de Souza:



OZILDO ALVES

Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS