DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

sexta-feira, 28 de abril de 2017

SAIBA COMO SERÁ A GREVE GERAL EM PAULO AFONSO E QUAIS ACESSOS SERÃO INTERDITADOS

Trecho das rodovias BR-110 e BR-423 sentido Paulo Afonso na Bahia, Delmiro Gouveia-AL e Jatobá-PE será interditado a partir das 7h da manhã. (Foto: Arquivo)
Amanhã, sexta-feira (28) amanhecerá de forma atípica em muitas cidades pelo País, inclusive em Paulo Afonso onde haverá a redução em larga escala de boa parte dos serviços disponíveis aos cidadãos, numa forma de protesto contra as reformas propostas pelo Governo Temer, e que agora estão sendo discutidas e votadas no Congresso Nacional. A organização do protesto foi convocada por nove centrais sindicais. A greve geral mobiliza várias categorias profissionais e deverá impactar na rotina de Paulo Afonso durante todo o dia.  
Dessa forma, quem precisar se deslocar para cidades alagoanas e pernambucanas como Delmiro Gouveia-AL ou Jatobá-PE pela BR-110 e BR-423 vai ter que deixar para o período da tarde. O comando de greve no sertão anunciou o bloqueio no trevo do Posto Fiscal ou trevo de Petrolândia como também é conhecido. O protesto e a interdição das rodovias começam a partir das 7h da manhã. Nesse mesmo horário, a Ponte do Canal da PAIV  único acesso ao centro de Paulo Afonso também ficará interditado, mas somente por alguns instantes. É que o protesto passará pelo local entre 7h e 8:30 da manhã.  

A maioria das repartições públicas funcionarão normalmente, a exemplo do comércio local, em nota divulgada na manhã de hoje (27), a Associação Comercial de Paulo Afonso informou que lojas e supermercados abrirão nesta sexta-feira. Policiais militares e civis também continuarão com suas atividades normais. Porém, a maioria das escolas, funcionários da Chesf e dos Correios vão aderir à greve geral, assim como os serviços forenses.  

O Fórum de Paulo Afonso não funcionará em virtude da decisão do Tribunal de Justiça da Bahia em suspender o expediente nesta sexta-feira em todo o estado, como medida de segurança. Ficam mantidos, porém, os serviços essenciais e os plantões. As audiências e a contagem de prazos estão suspensas..  

A concentração do protesto em Paulo Afonso será no Redondel da Tocha, próximo ao PC-TRAN, a partir das 7h da manhã onde haverá um café da manhã coletivo e logo em seguida todos sairão em caminhada pelas ruas do centro de Paulo Afonso.  

Segundo o sindicalista Humberto Alves – um dos organizadores do evento em Paulo Afonso, esse é o momento de todos os trabalhadores se unirem para lutar contra a retirada de direitos trabalhistas:  


“Nós da APLB e da Comissão Organizadora da greve geral, entendemos que é um momento de luta, da classe trabalhadora, nunca na história do nosso país nós vimos tantos direitos serem retirados dos trabalhadores de forma tão agressiva, tão abrupta, tão rápida, portanto nós estamos indignados com a forma que o Governo vem tratando e retirando os direitos dos tralhadores do Brasil. Nós da comissão organizadora do movimento da greve geral na região, aqui de Paulo Afonso junto com várias entidades e sindicatos, como os Comerciários, os Eletricitários, os Trabalhadores Rurais da Agricultura Familiar, os Correios, o SINDAE, o SINDIMAC, o SINTRAF, o MST, os estudantes, estamos organizando um ato que será nossa greve geral onde nos concentraremos no Redondel da Tocha Olímpica em frente à Fiat às 7 horas da manhã. Iremos fazer um café da manhã, um café coletivo com todos os trabalhadores e a partir dali iremos fazer uma caminhada pelas ruas da cidade reivindicando nossos direitos”.
OZILDO ALVES
 
Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS