DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

REPORTAGEM ESPECIAL: Enquanto a CHUVA não vem!

Por Edimar Carvalho
Em meio à crise que abala o País o sertanejo tem outra grande preocupação à falta de chuva na região, e os problemas causados pela seca, o milho começa a faltar nas cidades uma preocupação a mais para o homem sofrido do campo.

A região é carente muito seca, muitos já começa a depender da indústria da seca o carro pipa. O governo não investe em treinamento e equipação das propriedades rurais o que se tem são migalhas que são regadas com intuito de prender o agricultor e fazer com que os mesmo fiquem dependentes da indústria da seca, outro problema a ser enfrentado são os reservatórios de água que não são suficiente bastante para armazenar água. O sofrido homem do campo parece não entender que a seca sempre vem e os governos não fazem questão de treinar e orientar a população a buscar subsídios para não voltar a sofrer quando a seca retornar.
As últimas secas levaram boa parte do rebanho bovino da população da região, muitos perderam praticamente todo o gato, o predominante na região é o bode por ter forte resistência é o principal criatório da população da zona rural. 
Mas os problemas não param por ai como se não bastasse à seca ainda tem o roubo de animais e falta de apoio e falta de união entre os próprios fazendeiros desvalorizam e colocam o preço do bode em baixa, ou seja sua principal fonte de renda não esta melhor devido a aos próprios moradores que não trabalham em Cooperativa buscando parcerias e aproveitamento da suas próprias riqueza, as tradições estão cada vez mais escassas e o aproveitamento dos recursos naturais quase não existem mais, uma mudança de costume está levando o homem do campo para a zona urbana inchando as pequenas cidade que não tem renda para sobreviver aonde muitos depende da Prefeitura e da aposentadoria as duas principais fonte de renda das cidades da região.


O governo estava fazendo a transposição do Rio São Francisco que fica a alguns Km da nossa região e levando água daqui para outros estados, e por que não trazem água para as cidades vizinhas? Um antigo projeto se arrasta e em anos eleitoreiros municipais voltam a falar no assunto a Barragem do Careta uma espécie de me engana que eu voto, devido à carência e falta de conhecimento da população e boa parte acostumada com a corrupção, no cenário atual é difícil haver alguma mudança. Resta torcer e ter fé que assim como a chuva e o conhecimento algo raro na região possa vim em abundancia em um futuro próximo.
CHORROCHÓ ONLINE
Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS